sexta-feira, 27 de fevereiro de 2015

Capítulo 18

Zac sai super alterado da casa de Vanessa, começa a chutar o ar e a gritar como um louco tentando aliviar a dor que estava sentindo, ele então decidi ir esfriar a cabeça entra no carro e sai sem rumo a toda velocidade.

Por que ela tá fazendo isso comigo? Por que ela sempre tem que tornar tudo mais difícil? Poxa eu mudei caramba ela não vê isso? Eu amo essa mulher mais que tudo, não vou suportar viver longe dela e da minha pequena, o que vai ser de mim sem minha pequena? Não a Vanessa não pode me afastar dela, não pode. Por que isso? Será que eu mereço tanto sofrimento assim?

Ele chorava o caminho todo, de soluçar, estava inconsolável, nem sabia para onde estava indo mas mas estava cada vez mais rápido.

Até que ele finalmente chega em seu AP, ele se joga no sofá e começa a pensar em tudo o que se passou, se lembra de tudo o que ele fez pra ela, de tudo o que ele falou, do tanto que a humilhou.

Zac: Droga Zac você é um estúpido - Joga um copo na parede - Por que eu fiz isso? Eu não vi o tanto que estava fazendo ela sofrer? Tudo isso por medo de amar? Você estragou tudo seu idiota, tudo - Atira mais um copo na parede



Já no dia seguinte...

Vanessa acorda cedo e vai ao quarto da filha acordá-la...

Vanessa: Bom dia princesa, acorda hoje é seu dia meu anjinho.

Clara: Bom dia mamãe, ebaaa hoje é meu aniversário, nos vamos sair pra comemorar né?

Vanessa: Vamos sim, aonde você quer ir?

Clara: Ah não sei, mas só sei que vou chamar meu papai, não vamos a nenhum lugar sem ele.

Vanessa: Tudo bem filha, vamos levantar, lavar esse rosto e você liga pra ele.

Clara: Uhullll



Com Zac...


Zac estava um caco, não tinha dormido direito, não parava de pensar na volta de Vanessa para a Inglaterra, ele estava sentado na cama com um olhar vago, triste, até que o telefone toca...

Zac: Alô?

Clara: Oi papai.

Zac: Oi minha pequena, hoje é o seu dia parabéns.

Clara: Obrigada, eu e a mamãe vamos sair para comemorar e quero que o senhor vá com a gente.

Zac: Você e sua mãe? E ela sabe que você está me convidando?

Clara: Sabe ué foi ela que me falou pra ligar e então o senhor vai né?

Zac: Claro que vou filha, não vou passar o seu aniversário longe de você nunca mais.

Clara: Legal então você vem buscar a gente? Já estamos quase arrumadas.

Zac: Vou sim, já já chego aí.

Clara: Tá bom, vê se não demora viu? Não gosto de esperar.

Zac: Tá bom Vanessinha. - Sorri - Você é mesmo a cópia da sua mãe fala até igual a ela.

Clara: Eu sei que sou, te amo papai.

Zac: Também te amo filha.

A Nessa só pode ser bipolar, que mulher doida, uma hora me expulsa da vida dela e depois me chama pra sair, bem mas vou aproveitar essa oportunidade pra não deixá-la escapar de mim mais uma vez.

Zac logo chega, ele buzina depois desce e toca a campainha, Clarinha desce a todo vapor para abrir a porta e pula toda contente no colo dele.
Zac: Oi pequena, como está se sentindo agora que está mais velha?
Clara: Estou ótima papai e olha vou te dar um conselho. - Aperta o nariz dele
Zac: Aí lá vem... Fala - Da risada
Clara: Nunca chame uma mulher de velha viu? Isso é feio rum. - Fala e cruza os bracinhos
Zac (solta uma gargalhada e diz): Até parece que estou falando com sua mãe em forma de anã.
Clara: Para de rir seu bobo é sério foi a mamãe que me ensinou.
Zac: Tá bom desculpa senhorita e falando na sua mãe cadê ela?
Clara: A mamãe demora uma eternidade pra se arrumar, pode sentar e esperar, vamos ficar velhinhos e ela ainda não desceu. - Põe a mão na cabeça indignada
Zac: Mas hoje você tá terrível viu. - Faz cócegas nela
Clara: Para papai vai estragar meu modelito.
Zac: Aiaiai viu kkkk eu não posso com isso.
Passam alguns minutos e Vanessa desce.
Clara: Nossa mamãe você está linda.
Zac que estava de costas se vira para olhar.
Vanessa vestia um vestido justo ao corpo azul escuro com uma sandália de salto fino prata, tinha feito uma leve maquiagem só para realçar os olhos e os cabelos estavam caídos na altura do ombro levemente cacheados.
Zac: Ualll Nessa você está linda.
Vanessa: Obrigada Zac, vamos?
Clara: Vamos - Pega na mão de Zac e na de Vanessa - Nem acredito que vou sair para passear no dia do meu aniversário com os meus pais, estou muito feliz.
Zac não conseguia parar de olhar para Vanessa e ela também não tirava os olhos dele.
Zac: E aonde vamos?
Clara: Vamos almoçar em um restaurante e depois vamos a um parque de diversões, eu que escolhi.
Zac: Percebi, então vamos que a diversão está só começando.
Chegando no restaurante eles almoçam e brincam bastante depois vão direto para o parque de diversões.
Clara: Eu quero ir na montanha russa, na roda gigante, no carrossel e...
Vanessa: Calma aí empolgadinha. - Diz rindo - Igualzinha ao pai sempre toda apavorada.
Zac: Ah nem vem que essa pequena aí é sua cópia, mandona que só vendo.
Vanessa: Até parece que eu sou assim.
Zac: Mas é - Se aproxima dela
Eles ficam bem próximos a ponto de se beijar.
Clara: Beija ela papai.
Zac: O que? - Olha assustado pra menina
Clara: A vocês são muito moles mesmo. - Põe a mão indignada no rosto
Vanessa: MARIA CLARA!
Clara: Ué só falei a verdade.
Zac: Tá vendo como é sua cópia?
Vanessa: Haha engraçadinho.
Zac: Ué só falei a verdade - Imita a filha
Vanessa: Tá depois eu me acerto com essa pequena aqui, agora vamos logo vocês dois.
E em meio a tanta diversão o dia passa bem rápido, logo anoitece...
Vanessa: Está tarde né meu anjo vamos pra casa amanhã nos viajamos cedo e ainda temos que passar na casa da vovó pra se despedir.
Zac: Ainda com essa história de voltar pra Inglaterra Nessa?
Vanessa: Zac já conversamos sobre isso, não começa por favor.
Clara: Mas eu não quero voltar mamãe, não quero ficar longe do meu papai - Fala já chorando e agarrada com Zac.
Vanessa: Filha, olha pra mamãe olha, Clarinha nos temos nossa vida lá na Inglaterra, você tem sua escolinha, seus amiguinhos, também tem o Biso e a Bisa, não podemos abandonar tudo meu anjo.
Clara: Mas eu não quero ir, quero ficar com meu pai - Sai correndo
Vanessa: Maria Clara.
Zac: Deixa Nessa eu falo com ela.
Zac vai atrás da filha e encontra encolhida chorando perto de um carrinho de algodão doce.
Zac: Ei pequena - Se abaixa
Clara: Papai - Pula no colo dele - Não deixa ela me levar, não deixa ela me separar de você, eu não quero ir, por favor papai. - Chora desesperada
Zac: Calma filha o papai também não quer você vá embora, mas você tem que cuidar da mamãe, agora ela tá sozinha e ela vai sofrer muito longe de você.
Clara: Mas eu vou sentir sua falta, a Inglaterra é muito longe papai, como vamos nos ver?
Zac: Vamos dar um jeitinho meu amor.
Clara: Você não me ama mais papai?
 http://2.bp.blogspot.com/-c5BSRpAXtfI/UIMnRabGGuI/AAAAAAAAF00/0R9TsOoscLQ/s1600/tumblr_ld9p8o7BUj1qaj5jro1_400.gif 
Hi girls!!!
A Clarinha é muitooo fofa neh!? 
Fiquei triste agora... a Vanessa não pode ir embora pra Inglaterra com
a Clarinha e deixa o Zac...
O Zac tem que fazer alguma coisa!!
Tadinha da menina, descobre quem é o pai verdadeiro e já vai ter
que se separar dele???
Só eu que lembrei da Lynda nessa última pergunta da Clarinha??
kkkkkkkkk
Comentem ai...
Não deixem de votar na próxima fic!!
Obrigada pelos comentários!!
Beijos meninas!!
Até mais...

2 comentários:

  1. A Clara até parece ter se esquecido do Austin :O Ele nunca mais vai ser falado por ela?!
    Tenho cada vez mais pena dele.
    Posta logo.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  2. como esquecer a Lynda?!tanto ela quanto a Clarinha são muito fofas *-*
    o vestido da Vany é mesmo azul?ou é dourado???
    brinks,kkkk
    a Vanessa tem que desistir de voltar pra Inglaterra e ficar com o Zac
    amei o capítulo ♥♥♥
    posta mais hoje,kisse

    ResponderExcluir